Estudantes do Ifac são campeões da Mostra Brasileira de Foguetes

Estudantes do Instituto Federal do Acre (Ifac) foram campeões na edição 2017 da Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog). O evento, que foi realizado no município de Barra do Piraí (RJ), de 27 a 30 de outubro, reuniu estudantes de todos os estados brasileiros para uma competição de lançamento de foguetes.

Luana Dalla Vecchia de Lima, Mirian Therese de Andrade e Silva e Normando Dutra do Santos Filho foram os únicos alunos do Ifac selecionados para competir a etapa nacional. O foguete fabricado pelos alunos para a competição atingiu os 153,3 metros de distância a partir da base de lançamento. O espaço alcançado, que foi maior do que o de um campo de futebol, garantiu a premiação máxima do evento: o troféu de 1º lugar.

Os três estudantes, que fazem parte da turma do curso técnico Integrado em Edificações, do campus Rio Branco, foram orientados pelo professor de Física, Cleyton Assis. O docente explica que para os jovens chegarem até a etapa nacional, foi preciso realizar vários testes.

“No início, os testes foram feitos com água e uma bomba de encher pneu de bicicleta. Somente depois, passaram a ser feitos com materiais que eram permitidos para o nível escolar em que eles disputariam. Como a Luana, a Miriam e o Normando cursam o Ensino Médio, o modelo de foguete que eles construíram foi de plástico, usando os produtos químicos: bicarbonato de sódio e vinagre”, explicou Cleyton Assis.

Segundo o professor, foi a partir de um dos testes, em que o foguete ultrapassou a marca de 120 metros de distância, que surgiu o convite para que os jovens participassem da edição de 2017 da Mostra Brasileira de Foguetes.

“A mistura dos produtos e o balanceamento da reação forma a pressão dentro do foguete. Com um manômetro, dispositivo que mede a pressão interna de recipientes, o lançamento é executado. Porém, não é só a pressão que vai definir a distância que o foguete vai atingir. A aerodinâmica, peso, geometria, tamanho do foguete também contribuem para um bom lançamento. Durante a competição no Rio de Janeiro, as equipes tiveram oportunidade de realizar os lançamentos duas vezes. Atingimos, a primeira vez, a marca de 153,3 metros, e na segunda tentativa, a distância alcançada foi de 143 metros”, ressaltou o professor.

Experiências e aprendizado – Para a estudante Mirim Andrade, participar de um evento nacional e poder conhecer outro estado brasileiro foi uma grande experiência. “Foi muito bom poder participar de um evento tão grande como a Mostra Brasileira de Foguetes, além de também trocar experiência com outros estudantes”.

Segundo Normando Dutra, a participação na Mobfog ampliou seu interesse em continuar se dedicando a executar experiências físicas, químicas e matemáticas. “Durante os dias no evento tivemos contato com uma série de experiências, palestras, novas histórias, o que superou nossas expectativas em relação à Mostra. Além disso, os projetos que estão sendo desenvolvidos no Ifac, pelo professor Cleyton Assis, têm nos entusiasmado ainda mais a participar”.

De acordo com a estudante Luana Lima, a equipe já pensa em aprimorar os testes para o próximo ano, como também ampliar os estudos nas áreas de Física, Química e Matemática. “Queremos investir e melhorar os testes para o ano de 2018, como também estudar mais nesse intervalo de tempo até a próxima edição da Mostra Brasileira de Foguetes”.

Para a reitora do Ifac, Rosana Cavalcante dos Santos, a participação dos estudantes em competições nacionais reforça a importância de manter os recursos da instituição voltados ao Ensino, Pesquisa e Extensão. “A integração dos estudantes em eventos nacionais reforça a necessidade de continuarmos os investimentos em atividade que sejam extraclasse. Além de contribuir para que o aluno amplie seus conhecimentos, também atrai outros jovens a quererem participar dessas atividades. O envolvimento de professores como o Cleyton Assis nos faz acreditar nessas ações”.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Federal do Acre (Ifac).

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br