Estudantes do Ifac lançam jornais durante o II Congresso de Ciência e Tecnologia

O II Congresso de Ciência e Tecnologia do Instituto Federal do Acre (Ifac) não teve em sua programação apenas a apresentação de trabalhos científicos, palestras e atividades culturais. O evento, que aconteceu na quinta-feira, 29/11, no campus de Xapuri, também contou com o lançamento de três jornais científicos produzidos pelos estudantes do 1º ano e 2º ano dos cursos técnicos Integrados em Biotecnologia.

Os trabalhos, que foram desenvolvidos com orientação da professora de química, Najara Vidal Pantoja, abordaram os temas sobre poluição da água e reciclagem de metal e orgânicos. “Essa metodologia trabalhada, em sala de aula, tem como base as literaturas que tenho sobre atividades lúdicas para o ensino de química. A partir da ideia de produzir um jornal que abordasse temas científicos, dividimos as turmas em cinco grupos e iniciamos as atividades”, destacou.

De acordo com a docente, as equipes, que foram separadas em repórteres, repórteres da comunidade, editores, editores de lazer e diagramadores, contribuíram não apenas para ampliação dos conhecimentos, mas também para a integração dos estudantes. “Cada equipe desenvolveu um trabalho distinto, indo até a comunidade, coletando dados, produzindo conteúdos textuais e artísticos, como também dando vida aos jornais. Após a produção, os alunos decidiram que o lançamento das primeiras edições deveria acontecer durante o II Congresso de Ciência e Tecnologia do Ifac”, ressaltou a professora.

Segundo Najara Pantoja, o projeto está sendo institucionalizado e a expectativa é de que outras edições sejam lançadas. “No ano passado, desenvolvemos com os estudantes um jornal mural, que acabou se tornado um dos projetos que foram apresentados durante a Mostra de Ensino do II Congresso de Ciência e Tecnologia do Ifac”.

Werlen Ferreira da Silva, que é estudante do campus Xapuri e que também participou da produção dos jornais, conta que trabalhar no projeto foi bastante proveitoso. Para ele, além do conhecimento adquirido durante a elaboração dos materiais e pesquisas feitas no município, os alunos puderam estar mais integrados. “Foi possível aprender bastante sobre a temática da água e interagir mais com os colegas. Além disso, pudemos destacar nossas habilidades com a organização dos conteúdos, busca por informações e apresentação do trabalho”, disse.

A estudante Vitória Mota, que também atuou no jornal sobre a poluição da água, ressaltou que foi possível perceber que, mesmo Xapuri sendo uma cidade pequena, o desperdício da água é um problema. “Durante a construção do trabalho, produção dos textos e gráficos, percebemos que mesmo Xapuri sendo uma cidade pequena, o desperdício de água é muito grande. Também aprendemos mais sobre química e percebemos como nossos colegas puderam contribuir para que o jornal fosse produzido”.

Isadora Garcia, que é estudante do 1º ano do curso técnico Integrado em Biotecnologia, falou sobre a experiência de produzir um jornal e reforçou o desejo de participar das próximas edições. “Gostei muito do trabalho. Este é meu primeiro ano no Ifac, e concluir 2017 com este projeto foi muito bom. Eu escolhi ser repórter da comunidade, pois gosto muito de falar e durante as entrevistas descobri várias coisas. Foi uma experiência muito boa”. 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto do Acre (Ifac).

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br