Primeiro Tech Day no IFNMG teve como foco energias renováveis e tecnologias da informação

Um dia todo dedicado ao conhecimento. Assim foi o primeiro Tech Day, realizado no dia 24 de novembro, no campus Avançado Porteirinha do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFMG). O evento, que integrou a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, teve como propósito aproximar o Instituto da população de Porteirinha, promovendo a troca de saberes entre as comunidades científica, acadêmica, profissional e empresarial.

Além disso, de acordo com a presidente da Comissão Organizadora da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do campus, professora Patricia Teixeira Sampaio, o Tech Day também objetiva contribuir para a democratização dos conhecimentos tecnológicos que visam à melhoria da qualidade de vida da sociedade, bem como estimular o desenvolvimento de inovações tecnológicas que atendam às demandas da comunidade.

"A nossa ideia foi promover a aproximação da ciência e da tecnologia com a população, mostrando o quanto já estamos inseridos no mundo tecnológico e como podemos utilizá-lo para a melhoria de nossas vidas. Pensando de forma coletiva, compartilhando recursos, utilizando adequadamente a tecnologia e cuidando do meio ambiente, podemos fazer na nossa cidade, uma cidade inteligente do ponto de vista social e tecnológico", afirmou a professora.

O evento também contribui para a formação técnico-acadêmica e cidadã dos estudantes do IFNMG, uma vez que eles participaram ativamente na elaboração e mediação das atividades. "O que mais nos encantou foi a participação efetiva dos alunos, com o compartilhamento de perguntas, ideias, projetos e sonhos. Percebemos que as ideias inovadoras estão presentes, vivas! Basta uma provocação, um ambiente propício de reflexão e diálogo para que sejam despertadas", destacou a professora.

Oficinas e rodas de conversa – O evento iniciou com uma oficina sobre o tema energias renováveis e casas inteligentes para alunos do ensino médio da cidade de Porteirinha. As oficinas tiveram como objetivo discutir os conceitos de uma cidade inteligente, por meio da montagem da maquete de um espaço inteligente de uma cidade: uma casa, um bairro, uma escola, uma praça, etc. Para a construção da maquete, os alunos utilizaram materiais recicláveis e aplicaram os conceitos de energias renováveis e tecnologias sociais, como o compartilhamento e reaproveitamento de recursos. As oficinas foram conduzidas pelos alunos do campus Avançado Porteirinha e contaram com a participação das seguintes unidades de ensino: Escola Estadual Miguel José da Cunha, Escola Estadual Alcides Mendes da Silva, Escola Estadual Odilon Coelho e Escola Estadual Neco Lopes.

Durante o dia, também foram realizadas palestras e rodas de conversa sobre temas tecnológicos de interesse da comunidade. A palestra de abertura abordou o tema “Sistema de Energia Solar Fotovoltaica”, com o palestrante Geovane Câmara da empresa Facilita Energia Solar, que teve como objetivo estimular a pesquisa e o desenvolvimento de tecnologias e aplicações que utilizem como recursos, o sol e o vento, que são abundantes na região do Norte de Minas.

Também ocorreram as rodas de conversa, presididas por especialistas, com os seguintes temas: “Robótica, Fibra Ótica”, “Novas Tecnologias frente às Mudanças Climáticas”, “Inteligência Artificial” e “Drones”. O trabalho de pesquisa denominado "Produção de tecnologia assistida em máquinas de impressão 3D", em desenvolvimento no campus, também foi apresentado no evento.

Encerramento – Um dos grandes nomes do evento foi Susanna Marchionni, da empresa Planet Smart City, que palestrou sobre o tema “Cidade Inteligente Social”. Após um dia inteiro de conversas e apresentações sobre temas tecnológicos, a palestra da Susanna teve como objetivo apresentar o projeto da primeira cidade inteligente social do mundo: Smart City Laguna, uma cidade que utiliza conceitos tecnológicos com inclusão social. A apresentação mostrou que é possível integrar ideias inovadoras e produtos inteligentes a um custo acessível socialmente, sem, no entanto, deixar de ser atrativo economicamente para os investidores. A palestra foi fruto da parceria do campus com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado de Minas Gerais.

O evento contou com a participação de aproximadamente 300 pessoas, entre discentes e servidores do IFNMG de Porteirinha e de Janaúba, além de docentes e discentes da UFVJM de Janaúba, alunos das escolas estaduais de Porteirinha, empresários e população em geral.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFMG).

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br