Aplicativo é premiado em competição internacional de Engenharia de Software

Um feito inédito conquistado por estudantes do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) coloca a instituição entre as grandes produtoras mundiais de tecnologias inovadoras. O aplicativo Travlendar, que mescla funções de calendário, agenda e geolocalização, desenvolvido por estudantes do Ifal a partir de um projeto de pesquisa de iniciação tecnológica, obteve a terceira colocação no SCORE Contest 2018, uma competição tecnológica considerada o ponto alto da Conferência Internacional em Engenharia de Software (ICSE), maior evento da área, neste ano realizado de 27/5 a 3/6 na cidade de Gotemburgo, na Suécia.

É a primeira vez que uma instituição brasileira é premiada na maratona tecnológica da ICSE. O bom desempenho do Ifal na competição foi parabenizado pela comunidade científica brasileira, rendendo mensagens de congratulações da Sociedade Brasileira de Computação, da Escola Politécnica da PUC/RS e do Instituto Metrópole Digital/UFRN.

A conferência ICSE reúne pesquisadores e desenvolvedores de software de todo o mundo. Apenas três ideias inovadoras, dentre soluções do mundo inteiro inscritas no evento, foram à final da maratona tecnológica SCORE Contest, sendo o software Travlendar a única ideia brasileira finalista e premiada na conferência.

Time inovador – A equipe de desenvolvedores do sistema é formada pelos estudantes Gabriel Silva e Anderson Feitosa, do curso de bacharelado em Sistemas de Informação do Campus Maceió, e Igor Batista e Genilson Almeida, alunos do curso técnico em Informática para Internet, do campus Rio Largo, orientados pelo professor Flávio Medeiros, da coordenação de Informática do Campus Maceió e coordenador do Centro de Pesquisa em Software (CPSoftware) do Ifal. O Travlendar foi desenvolvido a partir de estudos realizados no CPSoftware, formado por professores e alunos do Instituto focados em pesquisas nas áreas de linguagens de programação, técnicas e ferramentas de suporte ao desenvolvimento de software.

Para os estudantes, a participação e a premiação na conferência foram inesquecíveis. Gabriel Silva afirma que nunca imaginou vivenciar algo tão gratificante. "Quando fomos classificados, nem imaginávamos que estávamos concorrendo com pesquisadores graduados, mestres e doutores do mundo inteiro. Estou muito feliz por essa conquista", revela.

Anderson Feitosa destaca que a participação no evento foi uma sequência de surpresas: "Ficamos surpresos pela possibilidade da participação. Nunca nem viajamos de avião, nunca fomos pra outro país, e de repente nos deparamos com um novo mundo de possibilidades, muito amplo e diferente do que estamos acostumados. E a conquista do terceiro lugar só tornou mais evidente e gratificante toda essa experiência", avalia o estudante.

Genilson Almeida revela sentir-se "mais do que feliz" com o resultado obtido em equipe. "Para mim, que sou aluno de um curso técnico, foi uma experiência, gratificante e muito rica e diferente. Somente quando chegamos lá na Suécia, quando nos deparamos com uma realidade tão diferente da nossa, é que a ficha de fato ‘começou a cair’ do quanto tão longe chegamos. Aproveitamos bastante a experiência, evoluímos profundamente e esperamos continuar fortes na evolução e em conquistas novas da mesma magnitude ou ainda maiores, pois agora temos uma visão ampliada sobre tudo o que fazemos", destaca.

Educação – Coordenador do projeto, o professor Flávio Medeiros conta que uma das principais surpresas para a equipe durante a ICSE foi o fato de ser parabenizada e reconhecida pela comunidade científica participante da conferência como membros de um Instituo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, já que a maioria dos pesquisadores e participantes é egressa de grandes universidades internacionais. "Conseguimos colocar o Ifal em um evento de alto nível onde a comunidade acadêmica que predomina é de formação universitária. Isto abre um precedente para que outros Institutos no Brasil evoluam e levem suas ideias inovadoras pelo mundo afora", comemora o pesquisador, enfatizando que a premiação do instituto representa um avanço para o Ifal, para Alagoas e para o Brasil na área de Engenharia de Software.

A ideia – O aplicativo Travlendar foi utilizado durante a conferência ICSE em tempo real, ao longo de todo o período da maratona tecnológica SCORE Contest, e seu funcionamento foi aprovado por usuários e avaliadores da "engenhoca". A inovação, que surgiu nos laboratórios de Informática do Campus Maceió, é um organizador de eventos pessoais, que apresenta informações sobre compromissos pessoais, como uma agenda, integrada a informações de distâncias entre as localidades dos eventos e o tempo necessário para percorrê-las. Ao mesclar compromissos, locais e condições de mobilidade, o Travlendar "prepara" o usuário para suas atividades, sem conflitos de horários, já que calcula o tempo de deslocamento e as condições de tráfego para chegar ao local pretendido.

O sistema integra ferramentas como calendário e agenda editável do Google Calendar, Planner, geolocalização pelo Google Maps, Facebook, Twitter e Google Plus, e pode ser acessado por dispositivos móveis via Google Play ou Apple Store ou diretamente da internet por navegadores convencionais, como Google Chrome ou Mozilla Firefox.

A plataforma visa auxiliar profissionais viajam frequentemente e precisam realizar encontros de negócios ao redor do mundo. Mescla ferramentas de uso contínuo e foi desenvolvido e testado em Alagoas entre setembro de 2017 e março de 2018. Durante o período, os participantes utilizaram-se de uma plataforma de comunicação chamada SCRUM, que possibilitou o desenvolvimento ágil do projeto.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Federal de Alagoas (Ifal)

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br