LOGO PORT1 LOGO ENGLISH32px LOGO ESP1

IFSC participa da criação de observatório que mapeia e difunde conhecimento na área de Gastronomia

Uma plataforma criada com a participação do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) vai facilitar o acesso de estudantes, professores e interessados em gastronomia em geral a conhecimentos produzidos na área.

A novidade, lançada em Florianópolis, é o site Observatório da Gastronomia, que tem por objetivo mapear e difundir dados, materiais e ações ligadas ao ramo. O site apresenta calendário de eventos, mapa gastronômico, que mostra estabelecimentos e produtores da região, documentários e vídeos, além de publicações como livros, teses e dissertações para consulta.

O IFSC, junto a outras entidades, fez parte do grupo gestor responsável pela construção coletiva das diretrizes do Observatório. A plataforma está atrelada à chancela “Cidade Criativa Unesco da Gastronomia”, atribuída a Florianópolis em dezembro de 2014. Um dos critérios para integrar a rede da organização internacional é desenvolver práticas que impulsionem outras indústrias criativas.

“A gastronomia pode, por exemplo, ser um artefato para a manutenção da cultura e da identidade, que em Florianópolis é muito voltada à área da pesca e aos produtos locais. O que é avaliado é o quanto a gastronomia pode potencializar e agregar valor a outras práticas tangentes a ela, como cultura, artesanato e comércio”, destaca a professora Fabiana Mortimer Amaral, coordenadora do Núcleo de Estudos em Gastronomia (NEG) do campus Florianópolis-Continente do IFSC.

IFSC e o Observatório da Gastronomia - Fabiana fez questão de ressaltar que a participação no projeto é resultado do trabalho de todo o NEG, formado por cinco alunos e quatro professores voluntários.

“É uma parceria nossa que beneficia as pessoas que estão no mercado e podem usar o conhecimento produzido no IFSC e os produtores locais, quando sugerimos o uso dos produtos”, frisa.

Os dados do Observatório poderão auxiliar na tomada de decisões políticas, como abertura de cursos e criação de infraestrutura, empresariais, mostrando onde investir e aumentando a empregabilidade, e culturais, como trabalhar o alimento enquanto patrimônio cultural da cidade. A plataforma é uma ação do Programa Cidade Criativa Unesco da Gastronomia, com Associação FloripAmanhã e o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac.

Desde 2004, a rede mundial de cidades criativas da Unesco ressalta a criatividade de seus membros dentro de sete áreas temáticas: Artesanato e Artes Folclóricas, Design, Cinema, Gastronomia, Literatura, Artes Midiáticas e Música. Florianópolis foi a primeira cidade brasileira a integrar a categoria Gastronomia, que hoje conta com Belém, no Pará, e Paraty, no Rio de Janeiro. A categoria tem cidades de países como Japão, China, Suécia, Itália e Espanha na lista.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC)

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br