Rede Federal terá núcleos de línguas pelo programa Idiomas sem Fronteiras

Dezesseis institutos federais de educação, ciência e tecnologia serão Núcleos de Línguas (NucLi) do Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF). As instituições foram selecionadas a partir do edital nº 100/2017, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), e receberão suporte por parte do Ministério da Educação (MEC) durante o período de quatro anos, a contar de dezembro de 2017.

Serão núcleos os institutos federais Goiano (IF Goiano), do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), de Alagoas (Ifal), do Espírito Santo (Ifes), de Goiás (IFG), do Maranhão (IFMA), de Minas Gerais (IFMG), de Mato Grosso do Sul (IFMS), de Mato Grosso (IFMT), de Pernambuco (IFPE), de Rondônia (Ifro), de Santa Catarina (IFSC), do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), do Triângulo Mineiro (IFTM) e de Tocantins (IFTO).

Essas instituições terão acesso a diversos recursos e atividades como testes e exames de nivelamento e proficiência linguística gratuitos; cursos de idiomas online; orientação pedagógica de formação dos gestores e professores vinculados ao IsF; prêmios promovidos em conjunto com parceiros nacionais e internacionais; eventos formativos; cursos e trocas de experiência com especialistas em ensino de línguas, produção de material didático e formação de professores; e outras iniciativas que venham a ser implementadas pelo IsF.

Como contrapartida, os institutos federais credenciados se comprometem com a execução do Programa IsF, tendo como atividades obrigatórias a oferta do curso My English Online (MEO), o desenvolvimento linguístico dos participantes com foco na internacionalização – sejam eles comunidade interna ou professores de idiomas da Rede Básica – e o suporte à aplicação de exames de nivelamento ou proficiência linguística pelo NucLi-IsF.

Para o detalhamento das próximas etapas a serem cumpridas pelas instituições credenciadas, a Setec realizará, no Instituto Federal de Brasília (IFB), nos dias 14 e 15 de dezembro, um encontro de capacitação dos coordenadores do IsF e dos coordenadores pedagógicos do IsF de língua inglesa.

Política de idiomas – De acordo com a assessora de Relações Internacionais do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Marjorie Cerejo, o Conif e a Setec têm dialogado para estabelecer uma política de ensino de idiomas. “A Rede Federal está vivendo um intenso processo de internacionalização e, para acompanhar essa relação com o mundo, é necessário que haja um suporte linguístico eficiente”, destaca.

Nos últimos anos, o ensino de idiomas na Rede Federal ganhou força. Inglês, espanhol, francês e Língua Brasileira de Sinais (Libras) são os mais ofertados, além do curso de Português como Língua Adicional (PLA), voltado ao público estrangeiro. Em menor escala, há ainda a oferta de alemão, italiano e japonês.

 

Lena Marinho

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7202 / 7203

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br