LOGO PORT1 LOGO ENGLISH32px LOGO ESP1

Convidados internacionais, trabalhos de outros países, tradução bilíngue dão a Reditec status de evento internacional

A Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec) intensificou, na edição de 2018, a participação de convidados, a troca de experiências e as reuniões internacionais.

As principais palestras do evento foram apresentadas por especialistas de outros países.

Os primeiros a se apresentar foram Shyamal Majumdar, diretor da Unesco/Unevoc e Denise Amyot, presidente dos Colleges and Institutes Canada (CICan), instituição responsável pelo suporte às faculdades, institutos, escolas de ensino, educação geral e vocacional e escolas politécnicas no país. Eles participaram da mesa-redonda de abertura “Tendências e Desafios da Educação Profissional e Tecnológica no mundo”. A palestra foi seguida de um debate com a mesma temática.

Em suas apresentações, Shyamal Majumdar e Denise Amyot expuseram as questões enfrentadas e as alternativas escolhidas para a Educação Profissional e Tecnológica em suas instituições e países de origem. Ambos apontaram a necessidade de atuação conjunta e articulada em rede na busca de respostas para enfrentar as mudanças que estão em curso.

Já Carl Benedikt, doutor em História da Economia pela Universidade de Lund, na Suécia e diretor adjunto do Programa em Tecnologia e Emprego na Universidade de Oxford, Inglaterra, foi o painelista da palestra “Trabalho, Empregabilidade e as Tecnologias”. O especialista abordou questões ligadas à automoção e ao futuro do trabalho. O painel foi seguido de uma mesa-redonda sobre o mesmo tema.

Agenda internacional – Durante a Reditec de 2018, os assessores internacionais dos Instituto Federais e do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) conduziram várias reuniões para fortalecer a internacionalização tanto das institutições como do Conselho.

Um dos encontros foi entre o representante da Unesco/Unevoc, Shyamal Majumdar, com representantes de institutos latino-americanos do Brasil, Chile, Colômbia, México e Paraguai, além do Canadá.

A reunião teve como objetivo a apresentação de boas práticas elencadas como relevantes pelos respectivos participantes e a definição das temáticas - empreendedorismo, educação profissional sustentável e inovação -, como prioritárias para o trabalho em conjunto.

Outro encontro foi com o presidente da Associação Nacional das Universidades Tecnológicas do México (ANUT), Raul Martinez. Com ele, os assessores internacionais do Conif discutiram de que maneira é possível iniciar a implementação da ação de mobilidade acadêmica em 2019.

Conif e OUI - O Conselho e a Organização Universitária Interamericana (OUI) promoveram uma reunião em que cada um dos representantes das instituições internacionais convidadas mostraram como eles trabalham em prol da educação profissional e tecnológica.

A reunião foi mediada por Luis Kauachi, da OUI, e pelo membro da Câmara e Relações Internacionais do Conif e reitor do Instituto Federal de Brasília (IFB), Wilson Conciani.

Estavam presentes: Shyamal Majumdar (Unesco/Unevoc); Paulo Speller (Organização dos Estados Ibero-americanos – OEI); Marie-Joseé Fortin (CICan); Hernan Maurício Chavez (Associação Colombiana das Instituições da Educação Superior com Formação Técnica, Profissional, Tecnológica e Universitária – ACIET), Raul Esteban Moya (Instituto Técnico dos Lagos – IP Lagos/Chile) e Claudia Brenes (OUI).


Mostra de Experiências Exitosas – Convidados internacionais também marcaram presença na Mostra de Experiências Exitosas - programação que aproximou oparticipantes da Reditec 2018 de projetos de sucesso da Rede Federal.

A experiência australiana na reforma da Educação Profissional, Científica e Tecnológica foi apresentada por Karen Sandercock, diretora do Departamento de Operações Internacionais do Ministério de Educação da Austrália, e Craig Robertson, diretor do World Federation of Colleges and Polytechnics (WFCP). Da Embaixada da Austrália no Brasil participaram: Mathew Johnston, conselheiro de Educação e Ciência, e Cristina Elsner, gerente de projetos para Educação. Além de Paulo Souza, cientista líder da Organização de Nacional de Pesquisa Científica Industrial (CSIRO).

E, pelo Canadá, David Bourdages, diretor-geral do CIRADD, centro universitário de transferência de tecnologia especializado em práticas sociais inovadoras e desenvolvimento territorial sustentável.

 

Bárbara Bomfim

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966 - 7204

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF
    (61) 3966-7201
   conif@conif.org.br