LOGO PORT1 LOGO ENGLISH32px LOGO ESP1

Oficina sobre Matriz Conif lotou auditório na Reditec 2019

CNF 0486Cerca de 150 participantes da 43ª edição da Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec 2019) tiveram a oportunidade de conhecer as funcionalidades da Matriz Conif, que é a metodologia utilizada para a distribuição dos recursos destinados aos associados do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) – institutos federais, centros federais de educação tecnológica (Cefets) e Colégio Pedro II –, cujo estudo é apresentado anualmente à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec). A oficina foi conduzida pelo pró-reitor de Administração no Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), Marco Antônio Maciel Pereira.

“A Matriz Conif cruza os dados com Plataforma Nilo Peçanha (PNP) para gerar o orçamento do campus. Com ela é possível construir as propostas orçamentárias de acordo com número de estudantes, modalidades de curso, quantitativo da assistência estudantil, entre outros fatores. Em dois anos, percorrendo os institutos federais a apresentei em 24 instituições da Rede Federal. Entretanto, ela está em constante atualização para facilitar os trabalhos”, revela Marco.

Inicialmente planejada para 30 pessoas, a oficina foi transferida de local para oportunizar mais vagas diante do interesse do público. “Assisti à apresentação do Marco em outros momentos, mas pela complexidade da matriz acho válido participar novamente para entender um pouco mais. Com a Matriz Conif, vinculada aos dados da PNP, é possível elaborar melhor o planejamento das instituições para tomada de decisões”, justifica o pró-reitor de Extensão no Instituto Federal Goiano (IF Goiano), Sebastião Nunes.

Entre os novos participantes na oficina estava Igor Guteres, coordenador dos cursos técnicos e de formação inicial e continuada (FIC) no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). “Mesmo atuando mais diretamente no Ensino, é fundamental saber como funcionam as ferramentas de gestão. No caso específico da Matriz Conif é importante entender o seu funcionamento, pois ela também é utilizada no momento de definir quais os cursos serão ofertados. Porque além de obedecer a Lei específica sobre os quantitativos de cursos, é comum verificar quais os pesos de cada modalidade”, observa Guteres.

A oficina foi também um momento para troca de informações e esclarecimento de dúvidas por aqueles que usam a Matriz Conif em suas rotinas.

Reditec 2019 – Atividades da 43ª Reditec estão sendo realizadas no Centro de Eventos do Campus Florianópolis-Continente do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). A programação segue até sexta-feira, 13 de setembro, sob organização do IFSC e do Instituto Federal Catarinense (IFC), com o tema “Mãos que fazem, mentes que transformam: 110 anos da Educação Profissional no Brasil”.

Texto: Rosiane Magalhães, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) – adaptado

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7230

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br