LOGO PORT1 LOGO ENGLISH32px LOGO ESP1
Integrantes do Forti cumprem agenda em Brasília

Integrantes do Forti cumprem agenda em Brasília

conif forti brasiliaOs integrantes do Fórum de Tecnologia da Informação (Forti) concluíram nessa sexta-feira, 30/8, uma capacitação voltada ao planejamento de contratação de serviços em Tecnologia da Informação (TI) na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O curso foi ofertado pela Escola Superior de Redes (ESR), que é ligada à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

A agenda da semana incluiu ainda a segunda reunião do Forti em 2019, além da participação no Fórum RNP 2019, que teve como tema “Transformações Digitais”. Na oportunidade, os gestores debateram e alinharam temas de interesse da Rede Federal como a utilização da tecnologia para desburocratizar atendimentos ao público e apresentar soluções capazes de contribuir para deixar as aulas mais atrativas.

“Durante toda a semana, tivemos acesso a informações, cases e soluções capazes de nos ajudar a avançar em processos internos, levar soluções tecnológicas para as salas de aula e melhorar o atendimento à comunidade acadêmica”, afirmou o coordenador do Forti, André Gustavo Duarte de Almeida do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

O Forti é dividido nas comissões de Sistema, Infraestrutura, Capacitação e Gestão e tem como escopo assessorar a Câmara de Desenvolvimento Institucional do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). “As atividades foram de suma importância para alinhar estratégias do grupo e fazer um balanço das atividades desenvolvidas pelas equipes no decorrer dos últimos 12 meses”, disse André Gustavo.

“Fizemos um apanhado das ações que tiveram destaque na reunião de abril e do que foi desenvolvido pelas comissões do Fórum. Além disso, discutimos os indicadores de governança em Tecnologia da Informação das instituições da Rede Federal, um trabalho que vem sendo feito desde 2017”, completou.

Na quarta-feira, 28/8, os membros do Forti definiram os coordenadores das comissões e reconduziram André Gustavo à função de coordenador Fórum. Ele ficará à frente do grupo até setembro de 2020.

Conheça os eleitos para a gestão do Forti 2019-2020:

André Gustavo Duarte de Almeida (IFRN) – Coordenador-Geral

Carla Simone Guedes Pires (IFSul) – Vice-Coordenador-Geral

Luiz Francisco Dias Pereira (CPII) – Coordenador da Comissão de Gestão

Johnathan Dezan Vago (Ifes) – Suplente da Coordenação da Comissão de Gestão

Douglas Rolins de Santana (IFG) – Coordenador da Comissão de Sistemas

William Corrêa Mendes (IFMA) – Suplente da Coordenação da Comissão de Sistemas

Paulo Henrique Gonçalves Bezerra (IFPA) – Coordenador da Comissão de Infraestrutura

Eduilson Lívio Neves da Costa Carneiro (IFPI) – Suplente da Coordenação da Comissão de Infraestrutura

Marco Antonio Eugênio Araújo (IFPE) – Coordenador da Comissão de Capacitação

Keyla Silva (IFAC) – Suplente da Coordenação da Comissão de Capacitação

Fórum RNP – A edição de 2019 do Fórum RNP reuniu mais de 700 participantes presenciais e quase 12 mil acessos on-line majoritariamente de profissionais de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) de instituições públicas de educação superior. Na programação, estavam palestras, painéis, debates e apresentação de cases de sucesso.

Os eventos foram realizados no hotel Royal Tulip Alvorada, em Brasília. As despesas dos participantes foram custeadas pela RNP – deslocamento, hospedagem e alimentação.

 

Marcus Fogaça

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7201

Gestores do Forti participam de capacitação na Escola Superior de Redes

CNF 0400A Escola Superior de Redes (ESR) ofertou os cursos de Design thinking e Fundamentos de Scrum a gestores do Fórum de Tecnologia da Informação (Forti), que é um órgão de assessoramento do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). Os cursos tiveram duração de 16 horas e as aulas ocorreram na quinta e sexta-feira, 25 e 26 de abril, em Brasília.

De acordo com o coordenador do Forti, André Gustavo Duarte de Almeida, a iniciativa é uma oportunidade para os gestores agregarem conhecimento e compartilhar novos aprendizados em suas áreas. “É uma oportunidade de pensarmos soluções para a Rede Federal em conjunto. Ambos os cursos nos estimulam a sermos mais inovadores, o que é uma das premissas das nossas instituições”, ressaltou.

O curso de Fundamentos de Scrum trabalha o desenvolvimento de metodologias ágeis, que melhoram o desenvolvimento de projetos de maneira inovadora. De acordo com o diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação do Instituto Federal do Triangulo Mineiro (IFTM), o aprendizado vai ajudar a alinhar as necessidades e agregar mais valor às soluções tecnológicas que são desenvolvidas. “É uma metodologia de vanguarda e muito importante que a Rede Federal saia na frente no uso dela”, disse.

O Design thinking é uma ferramenta muito difundida entre empreendedores devido a sua capacidade de fomentar inovações. Para a diretora de Tecnologia da Informação do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), esse é o tipo de curso que todo gestor deveria ser incentivado a fazer. “Pensar em soluções sustentáveis e inovadoras têm se mostrado muito importante, principalmente em um momento em que os recursos financeiros são limitados. É um conhecimento de fácil expansão e que vai representar muitos ganhos para a Rede”, ressaltou.

Ligada à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), a ESR é parceira das instituições da Rede Federal e conhecida por promover a capacitação de desenvolvimento profissional e a disseminação de conhecimento em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

Forti – O Fórum de Tecnologia da Informação tem como escopo assessorar a Câmara de Desenvolvimento Institucional do Conif. Dividido nas comissões de Sistema, Infraestrutura, Capacitação e Gestão, é composto por um representante de cada instituição da Rede Federal.

Marcus Fogaça

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7201

Transformações digitais pautam reunião do Forti

WhatsApp Image 2019 04 25 at 14.30.00O coordenador do Fórum de Tecnologia da Informação (Forti) do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), André Gustavo Duarte de Almeida, fez um balaço positivo da primeira reunião presencial de trabalho do grupo em 2019, que terminou nessa quarta-feira (24/4). As atividades foram realizadas na sede do Conif, em Brasília, e tiveram participação de representantes do Ministério da Economia.

As transformações digitais propostas pelo Ministério da Economia e o uso da tecnologia para reduzir custos dominaram grande parte da pauta. No primeiro dia de reunião, o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luís Felipe Salin, apresentou aos participantes algumas especificidades do Decreto 9.756/2019, que propõe a unificação dos canais digitais do governo.

O tema é motivo de dúvidas dentro das instituições da Rede Federal. A ideia, segundo o secretário, é criar um balcão virtual de atendimento à população, ofertando o máximo de serviços online. “No primeiro momento vamos trabalhar com sites do governo federal. Será uma identidade única e que prioriza os serviços utilizados pela população”, disse.

O secretário explicou ao grupo que os sites com o domínio “.edu” serão contemplados com a mudança em um segundo momento, e convidou a Rede Federal a contribuir. A proposta, que ainda será votada pelo Pleno do Conif. Outra  ideia é que todas as instituições da rede sejam totalmente digitais em um período curto de tempo. Para que isso ocorra, os institutos federais do Rio Grande do Norte (IFRN), do Pará (IFPA) e do Triangulo Mineiro (IFTM) serão pilotos em um projeto decaráter experimental. “Faremos uma avaliação após seis meses", explicou o coordenador do Forti. 

CNF 0350 edit

André Gustavo ressaltou ainda a importância da presença do secretário de Gestão do ministério, Cristiano Heckertt, no segundo dia de reunião, que também trouxe propostas de funcionalidades tecnológicas para melhorar a gestão de recursos. “Estamos trabalhando em três eixos e achamos importante explicar cada um deles a toda a Rede Federal. Sem dúvidas, são instituições prioritárias e que têm muito a contribuir com os serviços que pretendemos oferecer”, disse.

As ações propostas pelo Governo Federal são referentes à inovação e modernização organizacional, à logística e ao sistema de transferências de recursos da União para Estados, municípios e organizações governamentais. “Não vamos impor nenhum serviço, até porque sabemos que em uma instituição do tamanho da Rede Federal as soluções funcionam muito bem”, completou Heckertt, que se propôs a explicar as metodologias ao Pleno do Conif.

O presidente do Conif e reitor do Instituto Federal de Goiás (IFG), Jerônimo Rodrigues da Silva, o vice-presidente de Assuntos Acadêmicos e reitor do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), Flávio Luís Barbosa Nunes, e o vice-presidente de Relações Institucionais e reitor do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), Marcelo Bregagnoli, também participaram do encontro.

Ainda nesta semana, em Brasília, o próximo compromisso do Forti será uma capacitação de gestores de Tecnologia da Informação e Comunicação, na Escola Superior de Redes (ESR), hoje e amanhã, 25 e 26 de abril.

Forti – O Fórum de Tecnologia da Informação tem como escopo assessorar a Câmara de Desenvolvimento Institucional do Conif. Dividido nas comissões de Sistema, Infraestrutura, Capacitação e Gestão, é composto por um representante de cada instituição da Rede Federal.

Marcus Fogaça
Assessoria de Comunicação
Conif
(61) 3966-7201

Presidente do Conif participa de encontro com equipe do Forti

Os integrantes do Fórum de Tecnologia da Informação (Forti) trabalharão no aprimoramento e desenvolvimento de propostas para os principais sistemas de gestão da Rede Federal. Dois projetos foram elaborados e seus resultados serão apresentados durante a Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec) de 2019.

Mudanças no modelo de desenvolvimentos de sistemas na rede foram propostos durantes dois workshops realizados nesta semana, em Brasília. O WSIG – Workshop do Sistema Integrado de Gestão (SIG) foi conduzido pelo coordenador da Comissão de Infraestrutura do Forti, Paulo Henrique Bezerra (IFPA). O WSUAP – Worskshop do Sistema Unificado de Administração Púbica (Suap) teve liderança do coordenador da Comissão de Sistemas do Fórum, Douglas Rolins de Santana (IFG). Os projetos propostos estão relacionados a temas estratégicos (acesso, permanência e êxito para o SIG e Plano de Ensino para o Suap).    

Segundo o coordenador da Comissão de Sistemas do Forti e diretor de TI do Instituto Federal de Goiás (IFG), Douglas Rolins de Santana, para a elaboração das propostas, foram criados dois grupos formados por representantes das instituições que fazem uso de cada um dos sistemas. “Agora, o trabalho será feito de maneira colaborativa entre as intuições, seguindo as pautas estratégicas apontadas pelo Conif [Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica]”, explica.

As atividades resultaram do “Workshop: A Implantação e Desenvolvimento dos Sistemas de Gestão nos 10 anos de Rede Federal”, realizado na sede do Conif, em Brasília, nos dias 26 e 27 de março. A pertinência do evento foi endossada pelo presidente do Conselho, Jerônimo Rodrigues da Silva, que ressaltou a importância da atuação conjunta.

“A rede teve um crescimento exponencial nesses dez anos e algumas questões não acompanharam, como a de recursos. As tarefas em rede ajudarão a reduzir os retrabalhos e economizar recursos”, disse o presidente que, na oportunidade, colocou o Conselho à disposição do Fórum e parabenizou o grupo pela organização dos trabalhos, que devem ficar prontos até o mês agosto.

Workshop O encontro reuniu gestores de Tecnologia da Informação (TI) das instituições da Rede e também representantes dos Fóruns de Dirigentes de Ensino (FDE), de Desenvolvimento Institucional (FDI), de Pró-Reitores de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Forpog) e de Pró-Reitores de Extensão (Forproext).

Forti – O Fórum de Tecnologia da Informação tem como escopo assessorar a Câmara de Desenvolvimento Institucional do Conif. Dividido nas comissões de Sistema, Infraestrutura, Capacitação e Gestão, o Forti é composto por um representante de cada instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

 

Marcus Fogaça

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7203

Forti realiza workshop para aprimorar sistemas de gestão na Rede Federal

Com foco no aperfeiçoamento dos sistemas de gestão utilizados pelas instituições, começou nesta terça-feira, 26/3, o “Workshop: A Implantação e Desenvolvimento dos Sistemas de Gestão nos 10 anos de Rede Federal” na sede do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), em Brasília.

Durante dois dias, o evento – organizado pelo Fórum de Tecnologia da Informação (Forti) do Conselho – reúne gestores de Tecnologia da Informação (TI) das instituições da Rede e também representantes dos Fóruns de Dirigentes de Ensino (FDE), de Desenvolvimento Institucional (FDI), de Pró-Reitores de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Forpog) e de Pró-Reitores de Extensão (Forproext).

O aprimoramento do Sistema Unificado de Administração Púbica (Suap), dos Sistemas Integrados de Ação (SIG) e dos sistemas estruturantes do governo motivou a realização da programação, que ocorre pela primeira vez em dez anos de atuação dos institutos federais.

Para o diretor de TI do Instituto Federal de Goiás (IFG) e coordenador da Comissão de Sistemas do Forti, Douglas Rolins de Santana, o workshop viabiliza a troca de informações em busca de soluções colaborativas e compartilhadas, além de que se faz necessário dada a constatação de que, ao longo de uma década, muitos institutos desenvolveram funcionalidades semelhantes.

“A demanda cresceu muito e, com o intuito de diminuirmos o retrabalho, resolvemos aproximar as áreas, com a intermediação do Forti, e, assim, ampliar conhecimentos e possibilidades de trabalho colaborativo para a implantação e desenvolvimento dos sistemas e suas novas funcionalidades”, explicou.

Divididos em dois grupos, um voltado para a discussão do Suap e o outro para a do SIG, os participantes pretendem sair do encontro com duas metas: uma sugestão de propostas e um plano de trabalho para melhorias dos sistemas – este último a ser apresentado na Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec) de 2019.

Além Douglas Santana, o evento foi aberto pelo coordenador da Comissão de Infraestrutura do Forti e diretor de TI do Instituto Federal do Pará (IFPA), Paulo Henrique Bezerra, e pelo coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e Gestão da Rede Federal (CGPOG) da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Weber Tavares Silva Júnior.

Forti – O Fórum de Tecnologia da Informação tem como escopo assessorar a Câmara de Desenvolvimento Institucional do Conif. Dividido nas comissões de Sistema, Infraestrutura, Capacitação e Gestão, o Forti é composto por um representante de cada instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

Bárbara Bomfim

Assessoria de Comunicação

Conif

(61) 3966-7204

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br