Estudante do IFMG alcança nota 1000 na redação do Enem 2020

redacao nota milFoi publicado, recentemente, o resultado do ENEM 2020 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Segundo dados da Agência Brasil, foram corrigidas mais de 2,7 milhões de redações das quais apenas 28 alcançaram a pontuação máxima em todo o país. Entre os candidatos que tiraram nota 1.000, está a aluna do Campus Ouro Branco, Adrielly Clara Enriques Dias, única a tirar a nota máxima em Minas Gerais. 

Segundo ela, o que mais contribuiu para seu excelente desempenho na prova foi a constância na prática de redação e o auxílio dos professores do Campus Ouro Branco. Além disso, Adrielly acrescentou que outro motivo de seu sucesso foi a curiosidade e a busca pela aprendizagem. A estudante contou que sanava suas dúvidas com os professores e também buscava materiais complementares.

Para aqueles que querem fazer uma boa redação no ENEM, Adrielly deixa uma dica: “Para você tirar uma nota boa, você precisa mirar no 1.000, e mesmo que você não chegue no 1.000 provavelmente vai chegar perto. Eu sugiro sempre para a pessoa buscar a perfeição na escrita, seja ela gramática, argumentação, estruturação da redação. Enfim, tentar resolver todos os pormenores para a pessoa conseguir pelo menos atingir uma boa nota.”

No IFMG, a aluna também participou do projeto “ConTEXTO: Oficina de Leitura e Produção de Textos”, aberto a estudantes de Ensino Médio e demais interessados da região ou de outros lugares do país. A iniciativa trabalha o desenvolvimento de competências e habilidades de produção de textos com foco na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A equipe é composta pelos professores Adilson Ribeiro, Ana Paula Carvalho e Denise Maia, que coordenam o projeto, e conta com a participação de bolsistas e voluntários. Para participar, acesse o site contextodoenem.ourobranco.ifmg.edu.br. 

Bom desempenho na Redação do Enem 2020

Dos quase 90 alunos do 3º ano do Ensino Médio do Campus Ouro Branco que fizeram o Enem 2020, cerca de 30% alcançaram notas acima de 900 pontos. Para o professor Adilson Ribeiro, o envolvimento dos estudantes é fundamental. “Desde que o calendário letivo foi suspenso por causa da pandemia, por exemplo, nós começamos a nos desdobrar para conseguir continuar atendendo às necessidades dos estudantes do modo como era possível”, avalia.

Em 2020, foram três temas de redação. Para a prova impressa, o tema foi  “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. Na versão digital, os participantes tiveram que escrever sobre "O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil". Já na reaplicação da prova foi discutida "A falta de empatia nas relações sociais no Brasil".

Confira a entrevista com a estudante Adrielly Enrique Dias

O que você destacaria que contribuiu para conseguir esse desempenho?

Eu acredito que o que mais contribuiu foi a minha constância na prática de redações. Eu fazia uma redação por semana, óbvio que teve algumas falhas mas, de modo geral, eu fazia uma redação por semana. E uma coisa que eu destacaria também é que essas redações elas eram corrigidas pelos meus professores, principalmente pelo professor Adilson. A correção dele era o que me ajudava a evoluir na redação, porque a cada redação que eu fazia eu buscava consertar todos os erros, para não cometê-los novamente. Então, a cada redação iam surgindo novos erros e eu já ia consertando e assim sucessivamente. Foi com a ajuda dos professores do IFMG, principalmente o Adilson e a Ana Paula que eu consegui evoluir, e também através da minha prática constante.

Outra coisa que eu fazia era: se eu tinha, por exemplo, algum assunto que eu não dominava, eu ia lá na internet, buscava material ou tirava dúvidas com os professores. Vou dar um exemplo hipotético, a questão da vírgula. Eu buscava vídeo-aulas sobre aquele assunto ou perguntava para o Adilson ou a Ana Paula para eles explicarem a matéria. Antes do Ensino Remoto, o Adilson e a Ana Paula me ajudavam. Não era a obrigação deles, eles apenas se dispuseram a me ajudar, porque a gente ainda não tinha aula no EAD, estava tudo parado. Foi a ajuda deles que ajudou bastante no meu desempenho. E, claro, também o fato de eu fazer uma redação por semana.

E o que esse resultado significa para você?

Eu tinha estudado bastante, então a primeira sensação que eu tive ao ver esse resultado foi uma sensação de dever cumprido. De que eu tinha conseguido alcançar o meu objetivo. E eu também senti muita gratidão porque foram meus professores que me ajudaram a chegar onde eu cheguei. Tanto que a primeira pessoa que eu contei que eu tinha tirado nota 1000 foi o professor Adilson. Tive um sentimento de grande gratidão pelos professores da minha escola, pelo IF. Eu fiquei muito feliz, muito feliz mesmo. E como eu quero fazer Letras, esse resultado ele tem um grande peso na minha vida.

Você está ainda mais animada para cursar Letras? Quais são suas expectativas daqui pra frente?

Sim! Eu estou muito, muito animada, principalmente porque eu consegui alcançar o meu objetivo que tinha relação com Língua Portuguesa, que era a redação do ENEM. E eu tenho muita expectativa de conseguir me aprimorar ainda mais nas competências referentes à Língua Portuguesa, conseguir alcançar os meus objetivos, me formar, virar uma boa professora. Enfim, eu tenho bastantes expectativas em relação a isso.

Por fim, qual dica você daria para quem quer mandar bem na redação?

Eu falaria pra essa pessoa que quer tirar uma boa nota na redação para ela ter uma constância na prática. Geralmente, fazer uma redação por semana é o ideal para quase todo mundo. E também para a pessoa buscar sempre resolver todos os erros da redação, questionar o porquê que aquilo está errado e se aprimorar em todas as competências. Para você tirar uma nota boa, você precisa mirar no 1.000 e, mesmo que você não chegue no 1.000, provavelmente vai chegar perto. Outra coisa também é sempre buscar materiais de assuntos que o aluno não domina, pode ser fornecido pelo professor ou não. Eu sugiro sempre para a pessoa buscar a perfeição na escrita, seja ela gramática, argumentação, estruturação da redação. Enfim, tentar resolver todos os pormenores para a pessoa conseguir pelo menos atingir uma boa nota. 

Fonte: Matéria originalmente publicada no site do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG)

 

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br