Ministro da Educação participa de inauguração de obras no Campus Cachoeiro de Itapemirim

dsc 5114O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) recebeu, nesta segunda-feira (7), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Wandemberg Venceslau, para inauguração de obras no Campus Cachoeiro de Itapemirim e visita ao Campus de Alegre, ambos no sul do Estado. O ministro e o secretário estiveram ainda no imóvel dos antigos galpões do Instituto Brasileiro do Café (IBC), em Vitória. Nos campi, a agenda contou ainda com a presença do governador do Estado, Renato Casagrande e de parlamentares da bancada federal capixaba, além de lideranças, empresários e autoridades locais.

No Campus Cachoeiro de Itapemirim os convidados acompanharam a inauguração de obras de um novo bloco com laboratórios e salas de aula, da ampliação da biblioteca e de um mosaico representando as belezas naturais da região. Em função da pandemia, o evento foi fechado ao público e com número limitado de participantes.

Assista a cerimônia transmitida no Youtube do Campus Cachoeiro de Itapemirim do Ifes

O reitor do Ifes, Jadir Pela, agradeceu a presença do ministro e falou sobre a importância de sua visita ao campus do Ifes. “É importante o senhor conhecer a realidade dos campi da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, para perceber o quanto impactamos as realidades locais com ensino, pesquisa e extensão” explicou. Dirigindo-se ao coordenador da bancada federal, deputado Josias Da Vitória, Jadir agradeceu o empenho dos deputados em destinar recursos de emendas ao orçamento para todos os campi. O reitor também ressaltou o difícil cenário de restrições orçamentárias e financeiras. “Infelizmente, senhor Ministro, estamos tendo que sustentar nossas 22 unidades com orçamento de R$ 48 milhões, valor menor do que o de dez anos atrás, que foi de R$ 54 milhões”, disse.

Jadir Pela pediu ainda que o Ministério não apoie a proposta dos projetos de lei nº 1453/21 e nº 4994/19 (apensados) que propõem alteração na Lei nº 11.892/2008, aumentando para 75% a obrigatoriedade de oferta de cursos técnicos nos Institutos Federais. “Hoje nos orgulhamos de manter nossa oferta de 50% cursos técnicos, nossa principal ação, mas nossos cursos de graduação e pós-graduação também são muito relevantes para qualificar ainda mais os arranjos produtivos locais e formar professores para a educação básica”, insistiu.

Em sua fala, o ministro Milton Ribeiro contou que o governo teve que escolher entre destinar recursos para a educação ou para assistir aos brasileiros na pandemia. “O Presidente da República me chamou e perguntou: Milton, entre adiar uma construção e colocar comida no prato de um brasileiro com fome, o que você quer que eu escolha?”, revelou. Ribeiro afirmou que o Brasil é o país que mais ajudou aos necessitados. “O maior plano de auxílio-emergencial é o do Brasil”, disse.

Milton Ribeiro falou também sobre o projeto de lei que altera os percentuais obrigatórios de oferta dos Institutos Federais. “O projeto nasceu no parlamento e eu concordo com o aumento do percentual [de oferta de cursos técnicos] para 75%”, destacou. Referindo-se às demandas do setor produtivo, o ministro continuou a defesa de sua posição. “Vamos deixar os IFs, de uma maneira muito direta, reservados para treinar e capacitar a mão-de-obra brasileira técnica, de alto nível”, disse.

O diretor-geral do Campus Cachoeiro de Itapemirim, Edson Maciel Peixoto, agradeceu a presença das autoridades e também destacou o empenho da bancada federal. “Agradeço especialmente ao deputados Evair de Melo, que indicou os recursos para estas obras que inauguramos, e também à deputada Soraya Manato, que possibilitou adquirirmos equipamentos para melhorar ainda mais a qualidade do nosso ensino, nossas pesquisas e nossos projetos de inovação”, declarou.

A cerimônia teve ainda a entrega de placas e brindes do Ifes às autoridades. De Cachoeiro de Itapemirim, os convidados seguiram para o Campus de Alegre, onde visitaram as instalações e foram recebidos com um almoço. A agenda do ministro terminou com uma visita ao imóvel “Galpões do IBC”, cedido ao Ifes pela Superintendência de Patrimônio da União no Espírito Santo.

Renato Casagrande

O governador Renato Casagrande ressaltou que fez questão de participar da inauguração das obras do Campus Cachoeiro e da visita ao Campus de Alegre, pela história que possui com a instituição, desde quando era deputado federal. Acompanhado do Secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, e da vice-governadora, Jacqueline Morais, o chefe do Executivo Estadual destacou a parceria entre o Estado e a Rede Ifes, que beneficiam toda a sociedade. “Vejam como é importante ter o Ifes perto: aqui mesmo, nesta unidade, formamos alunos de nossa Rede Estadual de Educação em Mecânica e Mineração”, lembrou.

Casagrande destacou a importância dos investimentos em educação, principalmente por causa da paralisação das atividades presenciais em função da pandemia de Covid-19. “Por mais que nos esforcemos, as atividades não-presenciais não são a mesma coisa. Precisaremos de um esforço de mobilização de governo federal, estaduais e municipais, além de toda a sociedade, para recuperar com velocidade os níveis de aprendizagem”, explicou.

Veja as imagens

Números

No Campus Cachoeiro de Itapemirim, foram inaugurados o novo bloco acadêmico, um mosaico representativo do Projeto “Valorização das Belezas Naturais e do Arranjo Produtivo Local” e a obra de ampliação da Biblioteca do Campus Cachoeiro. Os recursos para a realização das obras foram garantidos por meio de emenda parlamentar feita pelo deputado federal Evair de Melo e o investimento foi de R$ 1,2 milhão de reais.

O novo bloco, chamado ‘Bloco Zero’, possui dois andares, com seis salas para ambiente educacional, resultando um total de 430 metros quadrados de área construída, seguindo os padrões dos blocos já existentes. As salas foram entregues com todo o mobiliário para que já possam ser utilizadas, incluindo data show, aparelhos de ar condicionado, computadores, lousa digital e acesso garantido a pessoas com mobilidade reduzida e necessidades especiais.

As obras na biblioteca ampliam o espaço em 277m², ficando assim com 622m², com área 1,8 vezes maior que o tamanho original. Haverá uma mudança de posicionamento de diversos espaços já existentes, principalmente a Hemeroteca; o Laboratório de Informática e a sala de processamento técnico. Inclui ainda ampliação do salão principal, e do número de cabines de estudo em grupo (de 3 para 6) e do número de cabines de estudo individual (de 4 para 8); assim como a ampliação do espaço do processamento técnico. Também serão criados novos espaços como uma sala de descanso e um banheiro acessível para os usuários.

Fonte: Matéria originalmente publicada no site do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes)

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br