IF Sudeste MG celebra Dia Nacional do Surdo em Setembro Azul

setembro azulSetembro é um mês com muitos significados, não é verdade? Para os que amam aquele calorzinho chegando, é o “mês das flores” que inaugura a primavera e a temporada mais quente do ano. Para quem acredita em signos é o mês dos “perfeccionistas” do zodíaco com o signo de virgem. Mas também, é chamado de “setembro amarelo” pelas campanhas de prevenção ao suicídio e valorização da vida. Também é o setembro “verde”, batizado do mês da luta pela inclusão social.

No dia 26, este domingo, celebramos mais uma das cores do mês de setembro. É o “Setembro Azul”, mês da visibilidade da Comunidade Surda. E nesse domingo, dia 26 se celebra o Dia Nacional do Surdo.

Essa data é para lembrar que no dia 26 de setembro de 1857 a Comunidade Surda teve uma grande vitória: a criação da primeira Escola de Surdos no Brasil. Atualmente, conhecido como INES(Instituto Nacional de Educação de Surdos), a escola fica na cidade do Rio de Janeiro e propicia ensino especializado para crianças surdas até hoje. A data foi então escolhida para homenagear a Comunidade Surda no país desde 2008.

Além do Dia Nacional do Surdo, no dia 10 deste mês também teve uma data importante o Dia Mundial da Língua de Sinais. A língua de sinais foi desenvolvida para facilitar a comunicação e a expressão das pessoas surdas. 

A Língua Brasileira de Sinais, conhecida amplamente por Libras, é usada por milhões de brasileiros surdos e também ouvintes. De acordo com o IBGE, há mais de dez milhões de pessoas com alguma deficiência auditiva no Brasil.

A educação de surdos no país – que resultou na criação da Libras – remonta à instalação da primeira escola para surdos no século XIX. O desenvolvimento de políticas de inclusão para a comunidade surda fez com que, em 2002, a Libras fosse reconhecida como língua oficial , pela Lei nº 10.436.

Segundo a Aurora Maria Baptista da Silva, diretora da DIRAD (Diretoria de Apoio Discente) a luta pela inclusão e visibilidade da comunidade surda é representada pelo Setembro Azul, mas é também uma prática diária. “ Todos os dias pessoas surdas sofrem preconceito e exclusão por parte daqueles que não compreendem o que significa ser surdo. O real deficiente não é aquele que não ouve, mas aquele que se recusa a escutar e compreender o próximo”, explica.

Para celebrar a data, nosso Professor Anderson Rodrigues do Campus São João del-Rei do IF Sudeste MG fez um vídeo bem bacana.

Confira o vídeo no link: https://youtu.be/rMZptRPL0ag

Texto: Equipe DIRAD

Edição: Juliana Rodrigues

Arte: João Vallo

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br