Conif fortalece ações formativas de professores de idiomas da Rede Federal

earth globe surrounded by handsPor meio de acordos de cooperação, o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) tem investido na formação continuada para professores de idiomas da Rede Federal, como uma ferramenta de internacionalização. Parcerias com instituições francesas, espanholas e norte-americana foram alguns dos destaques nos últimos meses.

O coordenador da Câmara Temática de Internacionalização do Conif, Marcelo Bregagnoli, explica que o estudo de línguas é um tema estratégico para o Conselho e, qualificar os docentes, contribui para diminuir a lacuna existente no país sobre a oferta de outros idiomas. “O intercâmbio de conhecimento é muito favorável, especialmente com países onde a Rede Federal possui ações de parcerias no ensino, na pesquisa e na extensão, com destaque o inglês, espanhol e francês”, explica.

Segundo Bregagnoli, que também é reitor do Instituto Federal Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), a Rede Federal também deve caminhar para a ampliação de suas conexões, com a diversificação de parcerias e foco em ações com países de línguas emergentes como o mandarim, italiano, japonês e russo. O coordenador do Fórum dos Assessores de Relações Internacionais (Forinte), Daniel de Oliveira, explica que a política linguística é um dos eixos do processo de internacionalização.

“O professor de idiomas é o agente da política linguística da Rede em sala de aula. Ele facilita e promove uma educação linguística critica pautada na interculturalidade e interdisciplinaridade”, afirma Daniel. O Forinter criou, no último ano, um Grupo de Trabalho com o intuito de desenvolver uma política linguística da Rede Federal

Para a assessora de Relações Internacionais do Conif, Ana Carolina Oliveira Batista, as experiências apresentadas no último ano com os docentes têm contribuído com a diminuição das barreiras de comunicação e de idiomas dentro da Rede. “O acesso de estudantes à educação integral e multicultural contribui para os processos de inclusão. Essa percepção e atuação está alinhada aos esforços de implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas (ODS-ONU)”, afirma.

Dentro dessa perspectiva, a atividade mais recente com foco na formação de docentes, liderada pelo Conif, foi a conclusão do curso Animer des classes virtuelles – Mode d’emploi. O curso foi realizado pelo CAVILAM-Alliance Française e ministrado pela docente responsável por projetos e formações voltados ao ensino em ambientes virtuais da instituição, Sarah Delbois. Ao todo, 15 servidores foram contemplados com a formação a distância e gratuita, destinado aos professores de francês da Rede Federal.

A chamada resultou da parceria entre o Conif e a Embaixada da França e surpreendeu positivamente a professora Julia Frascarelli Lucca, do Campus Hortolândia, do Instituto Federal de São Paulo (IFSP). “A pandemia nos impôs a necessidade de dar aulas online e eu não tinha muitos conhecimentos sobre como desenvolver uma aula de língua francesa nessa modalidade e que garantisse a qualidade. Considero que foi muito importante para a minha atuação, como professora, ter tido a oportunidade de fazer um curso nesse nível de excelência”, comenta.

A formação de professores com vistas à internacionalização da Rede Federal não ficou restrita ao idioma francês. Em 2020, o Conif e o Ministério da Educação e Formação Profissional do Reino da Espanha, por meio da Embaixada da Espanha, assinaram um Acordo de Cooperação. Em abril, por exemplo, a parceria ofertou um curso online de “Didática da Gramática do Ensino do Espanhol como Língua Estrangeira”. Já em agosto, uma série de cursos foram ofertados por intermédio da Universidad Internacional Menéndez Pelayo (UIMP).

O Conif ainda aderiu ao Programa Pontes Americanas, que tem o intuito de ampliar o acesso dos servidores às oportunidades de estudo em instituições norte-americanas. A iniciativa é da Embaixada e dos Consulados dos Estados Unidos no Brasil e recebeu apoio do Conif, por meio do Fórum de Assessores de Relações Internacionais (Forinter). Os interessados devem se inscrever até o dia 30 de março. O programa, que será lançado em abril, consiste em um treinamento virtual e por meio de uma série de webinars.

Assessoria de Comunicação do Conif
Texto: Marcus Fogaça
Revisão: Fernanda Torres

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br