MEC divulga dados da nova edição da Plataforma Nilo Peçanha

51700832383 9d8a951fe7 cNo primeiro ano da pandemia da Covid-19, a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica teve um aumento de matrículas de, em média, 47% no comparativo com o ano de 2019. Os dados foram apresentados pelo Ministério da Educação (MEC), nessa terça-feira (23/11), e estão disponíveis na nova edição da Plataforma Nilo Peçanha (PNP), que sistematiza os dados do ano anterior ao do exercício – assim, nesse caso, a PNP 2021 reflete os dados do ano de 2020. Ao todo, 670 unidades da Rede enviaram seus dados para a Plataforma.

A alta nos números de estudantes matriculados na Rede Federal foi estimulada pelos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) que passou de 184.328 mil, em 2019, para 679.635, em 2020, registrando um salto de 268,7%. Parte desses cursos foram oferecidos à distância, o que também puxou o número de matrículas nessa modalidade. Segundo a PNP em 2019 foram 126.782 matrículas EAD em toda a Rede Federal, enquanto no ano seguinte foram registradas 674.280.

Sobre os dados registrado pela plataforma, o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC (Setec/MEC), Tomás Dias Sant’Ana, destaca o aumento das matrículas como um retorno a sociedade. “A Plataforma Nilo Peçanha é um importante entrega que fazemos hoje, pois mostra à sociedade como a Rede está se colocando frente a esse grande desafio da pandemia. Toda a questão nos anos de 2020 e 2021 tem seus efeitos”, destaca.

No entanto, a oferta de cursos Técnicos, de graduação e pós-graduação registraram um revés de 35%, 30% e 37%, respectivamente no comparativo de 2020 com 2019. Nesse período, também caiu o gasto de matrícula por aluno, que era de R$ 15.741,98 para 15,419,28 e aumentou a razão de matrícula por professor, que era 24,24 em 2019 para 24,92 em 2020.

Criada em 2018, a Plataforma Nilo Peçanha é disponibilizada todos os anos sempre com informações do ano anterior, com conteúdo de interesse de gestores, professores, pesquisadores e estudantes. A ferramenta é comumente utilizada para nortear as decisões de investimentos públicos na Rede Federal. “A PNP é um instrumento que dá qualidade e transparência as decisões públicas. É um ambiente virtual seguro e eficiente”, destaca o ministro da Educação, Milton Ribeiro.

51701439490 0893b15a15 k

Representando o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), o secretário executivo, Alexandre Bahia, parabenizou todos os servidores da Rede Federal envolvidos na apuração e consolidação dos dados e ressaltou que os dados eram esperados com ansiedade pelos dirigentes máximos das instituições que compõe o Conselho.

“O Conif tinha muita expectativa pelos dados, pois estes vão nortear a gestão da Rede. A PNP vai possibilitar a melhora na entrega de políticas públicas. Certamente estamos tratando de uma ferramenta muito importante, que mostra para a sociedade o que fazemos com o investimento que é aportado na Rede”, destacou Bahia.

Assessoria de Comunicação do Conif
Texto: Marcus Fogaça
Foto: Luis Fortes/MEC
Revisão: Fernanda Torres

SCS, quadra 2, bloco D, Edifício Oscar Niemeyer, térreo, lojas 2 e 3. CEP: 70316-900. Brasília – DF

       ​Secretaria Executiva
    (61) 3966-7220
   conif@conif.org.br

       ​​Assessoria de Comunicação Social e Eventos
    (61) 3966-7230
   ​comunicacao@conif.org.br

       ​​​Assessoria de Relações Internacionais
    (61) 3966-7240
   ​internacional@conif.org.br