Rede Federal promove campanha de incentivo ao alistamento eleitoral de jovens

A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica se uniu à justiça eleitoral para incentivar jovens com idade de 16 e 17 anos para votar no pleito de outubro. De acordo com a Plataforma Nilo Peçanha, do Ministério da Educação (MEC), 28% dos mais de um milhão e meio de estudantes da Rede tem entre 15 e 19 anos e vão poder votar pela primeira vez para deputados, governadores, senadores e presidente da República.


O movimento nas instituições está sendo encabeçado pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), que é uma instância de discussão, proposição e promoção de políticas de desenvolvimento da formação profissional e tecnológica, pesquisa e inovação. O Colegiado é composto pelos dirigentes máximos de 41 instituições, sendo 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, dois Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets) e o Colégio Pedro II, que, juntas, contabilizam mais de 600 unidades em todo o Brasil.

Com a utilização de informações fornecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as ações estão concentradas nos ambientes virtuais, tendo como premissa a formação cidadã. Instituições de norte a sul do país aderiram à campanha e têm incentivado seu corpo discente a participar desse processo democrático, como avalia o reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Júlio Xandro Heck.


“Neste ano de 2022, o Brasil vai viver novamente um dos momentos mais importantes do nosso regime democrático. É o momento no qual brasileiros e brasileiras com idade igual ou superior a 16 anos podem (e devem) dar a sua opinião sobre o que querem para o país. Com o título na mão, é hora de cada um de nós acompanhar as candidaturas, conhecer as propostas e fazer as suas escolhas rumo a um país melhor”, diz.


O prazo para regularizar o título eleitoral, ou mesmo solicitar a primeira via do documento em tempo para votar, termina na quarta-feira, 4 de maio. “Tirar o título não é só fazer o registro de mais um documento. É saber onde nossos direitos começam a valer, na escolha dos nossos representantes”, salienta estudante do ensino médio integrado do IFB, Matheus da Silva Carvalho, 17 anos.


O alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os jovens de 16 e 17 anos. O processo é simples, rápido, gratuito e pode ser feito sem sair de casa, pela internet, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A estudante do Colégio Pedro II, Maria Clara Silva Veríssimo (foto), 16 anos, conta que todo o processo é online e que não demorou mais do que dez minutos.


“Tirar o título de eleitor foi muito importante pra mim, pois vai ser um dos meus primeiros passos para exercer minha cidadania. Com certeza eu ficaria infeliz se, podendo escolher aqueles que vão me representar, não o fizesse e acabasse tendo que me contentar com o que outra pessoa escolheu por mim”, afirma.


Histórico de cidadania


Na Rede Federal estudantes e servidores são sempre convidados a decidir os rumos que eles querem para as instituições, escolhendo os dirigentes por meio do voto direto. “Nossa Rede preza pelos alicerces da democracia. Nossa comunidade acadêmica é partícipe e exerce seu papel cidadão nas escolhas para reitoria, diretores de campi e lideranças estudantis. Incentivar esses mesmos jovens a pensar e construir um futuro melhor para o país é nosso dever. A democracia é um pilar das nossas instituições e da sociedade”, ressalta a vice-presidente de Relações Parlamentares do Conif, Nídia Heringer.


Combate as notícias falsas


O TSE tem um serviço que esclarece notícias falsas e garante informação com segurança aos cidadãos. A iniciativa teve início com a página Fato ou Boato, criada em outubro de 2020, por uma rede de checagem formada pelo TSE em parceria com os 27 Tribunais Regionais Eleitorais e agências especializadas na conferência e análise de afirmações mentirosas sobre o tema.


Assessoria de Comunicação do Conif

Texto: Marcus Fogaça

Compartilhe esta notícia

mais notícias

Post Tags

relacionado