Conif e Andifes lançam campanha pelo respeito à democracia e ao processo eleitoral brasileiro

Nesta segunda-feira (18/7), o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino superior (Andifes) lançam a campanha pelo respeito à democracia e pela reafirmação da confiança das entidades no processo eleitoral, na justiça eleitoral e nas urnas eletrônicas, com a participação dos institutos federais e das universidades.


O objetivo da ação é auxiliar na divulgação de informações e esclarecimentos de dúvidas comuns aos eleitores durante o período eleitoral, além de mitigar o compartilhamento de fake news. A campanha também terá como foco incentivar o voto entre os grupos não obrigatórios, como jovens com idade entre 16 e 18 anos e idosos, e a participação dos brasileiros como mesários voluntários.


“Esta mobilização vem ao encontro da natureza das nossas instituições, que é formar cidadãos autônomos e críticos”, analisa o presidente do Conif, Claudio Alex Jorge da Rocha. “A confiabilidade das urnas eletrônicas também é testada e comprovada por nossas comunidades acadêmicas nas escolhas de dirigentes de várias instituições, uma vez que são utilizadas em nossos processos eleitorais”, completa.


Combate à desinformação


Em 27 de junho, a Andifes e o Conif estiveram em audiência com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando apresentaram ao ministro Fachin documento conjunto reforçando a confiança no TSE e na sua consolidada tradição de realizar eleições livres e seguras em todos os pleitos do período democrático recente.


Na ocasião, as entidades da educação superior também assinaram um termo de cooperação e adesão ao Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação do Tribunal Superior Eleitoral, que tem por objetivo conter a proliferação de notícias falsas que contaminam o processo democrático brasileiro.


A campanha estará disponível nos sites institucionais e nas redes sociais do Conif e da Andifes, das universidades federais e dos institutos federais até o término do período eleitoral, seguindo um cronograma de postagens e divulgação de informações ao longo das semanas, e sempre em consonância e respeito às regras da Justiça Eleitoral.


Assessoria de Comunicação do Conif

Texto: Andifes (com adaptações)





Compartilhe esta notícia

mais notícias

Post Tags

relacionado