Edição 2022 do Lapassion em Rede é encerrado no IFG Campus Itumbiara

A comunidade acadêmica do Instituto Federal de Goiás (IFG) e convidados tiveram a oportunidade de prestigiar na manhã de hoje, dia 25 de novembro, o encerramento do Lapassion em Rede - Metodologia *Brasmpssol. Durante a cerimônia, além das considerações dos apoiadores e realizadores deste grandioso programa, os presentes também assistiram ao chamado “Demoday”, que é quando as 12 equipes do Lapassion apresentaram as soluções para os problemas propostos pelas contrapartes que foram: Enel Goiás, Samsung, Can-Pack, SJC Bioenergia, Trips, MaquiGeral, Secretaria Municipal de Saúde de Itumbiara, Agrodefesa do Estado de Goiás e Instituto Politécnico do Porto (IPP - Portugal).


O Lapassion foi um projeto criado pelo professor Carlos Ramos, do IPP, e inicialmente teve como parceiros instituições de seis países: Chile, Espanha, Finlândia, Portugal, Uruguai e cinco Institutos Federais brasileiros. Presente na cerimônia, o fundador do programa afirmou que foi “uma grande alegria” estar presente no Demoday e que ele se considera um grande amigo dos IFs. O fundador, que é natural brasileiro, mas mora em Portugal há muitos anos, explicou ainda que idealizou o Lapassion como forma de dar retorno à experiência adquirida enquanto estudante das escolas públicas do Brasil. “A possibilidade de envolver toda a Rede Federal de fato mostra a amplitude desse projeto. De fato esse modelo que foi criado é um modelo de sucesso”, afirmou Ramos. O professor de Portugal disse também que recebe o Lapassion em Rede como um presente, e que esse modelo será uma marca para a Rede Federal.


O professor do IFG de Itumbiara e coordenador do Lapassion em Rede, Marcelo Escobar, durante suas palavras de cumprimento agradeceu enormemente a todos que se envolveram no projeto, tanto da Rede Federal, quanto do IFG, do Câmpus Itumbiara, além dos alunos visitantes, coordenadores, tutores, gestores, servidores e a Instituição como um todo. Para o docente, o protagonismo e a empatia foram duas características marcantes do programa, e que junto aos participantes, ele viveu um dos momentos mais especiais da vida dele. O coordenador também manifestou seu desejo de que os estudantes participantes do programa perpetuem em cada instituto federal o que vivenciaram em Itumbiara, e que eles “aproveitem a juventude e a energia para plantarem cada vez mais ‘sementes’” do Lapassion.


Financiamento


Ao todo participaram desta edição do Lapassion em Rede  32 Institutos Federais do Brasil, dois Institutos Politécnicos de Portugal, contabilizando 47 câmpus, 55 estudantes e 14 tutores, divididos em 12 times. O programa foi realizado com apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa (Funape) e apoio financeiro da Fundação de Desenvolvimento de Tecnópolis (Funtec). Ao agradecer aos financiadores do programa, o Reitor em Exercício do IFG, prof. José Carlos Barros Silva comentou: “Educação não é gasto, é investimento. (...) Que bom que tiveram essa sensibilidade para apoiar esse projeto” tão importante e que vai para além da formação técnica, mas que contribui também com o crescimento de habilidades e valores dos envolvidos, completou ele.


Presenças


Estiveram presentes na cerimônia de encerramento alunos, servidores e gestores do Câmpus Itumbiara, do IFG, de outros institutos federais do país, representantes do poder público e setor privado e ainda professores e estudantes do Colégio da Polícia Militar de Goiás - Unidade Dionária Rocha.


A mesa diretiva do evento foi composta pelo Diretor Executivo e Reitor em Exercício do IFG, prof. José Carlos Barros Silva; pela Gerente de Projetos da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC/MEC), Úrsula Gomes Rosa Maruyama; pelo Diretor Sistêmico de Relações Internacional do IFAC e membro do Fórum dos Assessores de Relações Internacionais (Forinter), Luiz Eduardo Guedes; pelo Diretor-Geral do IFG Câmpus Itumbiara, Marcos Antônio Arantes de Freitas; pelo Professor de Itumbiara e Coordenador do projeto Lapassion em Rede - Metodologia Brampssol, Marcelo Escobar de Oliveira e pelo Pró-Presidente para Cooperação e Relações Internacionais do IPP e idealizador do Lapassion, Carlos Ramos.


Confira o nome das equipes, desafios propostos e contrapartes do Projeto:


Equipe Renovabio. Desafio 01: Como promover o uso de energia limpa em indústrias do setor sucroalcooleiro?

Contraparte: SJC BIOENERGIA


Equipe 4R Green Tech. Desafio 02: Considerando os 4 Rs, como resolver o problema do descarte incorreto de produtos eletrônicos já considerados obsoletos em prol do meio ambiente e da sociedade?

Contraparte: SAMSUNG


Equipe Nativa. Desafio 03: Como aplicar tecnologia nas ações de vigilância para a proteção da fauna e flora amazônica, de forma limpa e sustentável?

Contraparte: SAMSUNG


Equipe Click. Desafio 04: Como promover qualificação profissional para a indústria 4.0?

Contraparte: CANPACK


Equipe Supercondutores. Desafio 05: Como estabelecer o melhor arranjo entre ações de eficiência energética e geração distribuída para o consumidor de energia elétrica?

Contraparte: ENEL GOIÁS


EquipeSOMA. Desafio 06: Como promover o descarte sustentável de resíduos inorgânicos de pequenas, médias e grandes indústrias?

Contraparte: SJC BIOENERGIA


Equipe Rebusc. Desafio 07: Como alavancar o comércio local frente ao crescente comércio remoto?

Contraparte: TRIPS


Equipe Panápaná. Desafio 08: Como promover o bem-estar de cuidadores e colaboradores no setor da saúde pública?

Contraparte: Secretaria Municipal de Saúde


Equipe PASIMB. Desafio 09: Como promover boas práticas agrícolas e segurança alimentar?

Contraparte: AGRODEFESA


Equipe E-Home. Desafio 10: Como promover o melhor aproveitamento energético em ambiente doméstico e comunidades energéticas?

Contraparte: Instituto Politécnico do Porto (Portugal)


Equipe Edith Cat. Desafio 11: Como otimizar uma linha de operações de produtos manufaturados, visando obter uma alta performance e a qualidade dos produtos?

Contraparte: MAQUIGERAL


Equipe LaDepression. Desafio 12: Como angariar e engajar mais estudantes na filosofia maker no contexto do Câmpus Itumbiara?
Contraparte: IFMaker Itumbiara


Veja no Facebook as fotos do encerramento do Lapassion em Rede.

 Acesse a lista completa dos integrantes de cada time do Lapassion em Rede.


Próximas etapas do Lapassion: 

2022 – 1ª Etapa Rede Federal no IFG Câmpus Itumbiara.

2023 – 2ª Etapa Rede Federal.

2024 – 3ª Etapa Rede Federal e Instituições Portuguesas.

2025 – 4ª Etapa Rede Federal e Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.


*Sobre o Brampssol

A 1ª edição do Brazilian Maker Project and Soft Skills Oriented for Leadership (Brampssol), projeto inovador do IFG Câmpus Itumbiara, ocorreu em 2021. Na proposta de metodologia, os professores são coadjuvantes e os alunos os verdadeiros protagonistas. São eles os responsáveis por pesquisar sobre o tema, aplicar questionários, reunir as informações, resolver problemas, propor soluções viáveis e apresentá-las destacando cada uma das vantagens defendidas.


O Brampssol surgiu a partir da fusão de três grandes projetos: (1) projeto de P&D, (2) IFMaker e (3) Lapassion. A metodologia busca capacitar estudantes do ensino médio, ensino médio técnico e ensino superior, baseado na experiência dos seus idealizadores.


Assessoria de Comunicação do Conif

Texto/Foto: IFG Campus Itumbiara


Compartilhe esta notícia

mais notícias