Reitores têm encontro com membros do grupo técnico de educação do governo de transição

O Grupo de Trabalho (GT) de educação da equipe de transição do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, nessa segunda-feira (21/11), de uma reunião com os reitores que compõe o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), em Brasília.


A condução do encontro ficou a cargo do presidente do Conselho, Claudio Alex Jorge da Rocha, que também é membro do GT. Ele fez um panorama situacional de como a Rede Federal se encontra em 2022, e apresentou algumas demandas e desafios para o futuro. “Nos últimos anos, o Brasil sofreu com uma série de desinvestimentos na educação e com a Rede Federal não foi diferente. Somado a isso, ainda houve muitos ataques a autonomia das nossas instituições”, disse.


Restrições com nomeações e realizações de novos concursos para docentes e Técnicos Administrativos em Educação, a recomposição salarial dos servidores da Rede Federal e a retomada de obras paralisadas também estiveram entre os pontos elencados como pautas sensíveis pelo Pleno do Conif ao GT. O encontro foi parte de uma extensa agenda do grupo para ouvir os diversos interlocutores da educação brasileira com vistas à construção de uma agenda propositiva para a próxima gestão do Executivo nacional.


Durante o encontro, os parlamentares Reginaldo Lopes e Rosa Neide, que integram o GT, teceram diversos elogios ao modo de gestão e a condução das instituições. “Temos que olhar para os Institutos Federais, como exemplos, e replicar em todo o país”, disse Rosa Neide. Já Reginaldo Lopes reforçou que é preciso buscar mais orçamento para a educação e se colocou à disposição para atuar na interlocução da pauta. 


O ex-ministro, Henrique Paim, que coordena o Grupo de Trabalho, também se mostrou um entusiasta da Rede Federal e ressaltou que o modelo empregado é uma referência. “Os IFs cumprem o que está na Constituição Federal ao entregar uma educação pública, gratuita e de excelência”, comentou. 


Além do Conif, ainda na segunda-feira, o GT esteve com interlocutores da educação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).


Assessoria de Comunicação do Conif


Compartilhe esta notícia

mais notícias